DDS Online

DDS sobre proteção contra poeira

O pó é constituído por partículas geradas mecanicamente, resultantes de operações tais como: manuseio de minérios, limpeza, corte e polimento de peças.

A maior porcentagem de partículas arrastadas pelo ar, na forma de pó, tem menos de 1 mícron (mícron - milésima parte do milímetro).

As partículas de tamanho inferior a 5 micra, são as que oferecem maior risco, por constituírem a chamada fração respirável.

As partículas de tamanho superior a 5 micra maior tamanho sedimentam no ar e não são comumente inaladas.

O pó inorgânico de maior importância do ponto de vista da saúde ocupacional é a sílica livre cristalizada, que é achada em grandes quantidades na crosta terrestre formando parte de rochas, minérios, areias, etc.

Um ambiente de trabalho poeirento pode produzir uma situação de risco aos trabalhadores expostos e, considerando os efeitos da poeira sobre o organismo humano, recomenda-se a eliminação deste risco atuando em três pontos:

1 - Sobre a geração, com o objetivo de impedir sua formação, por exemplo: 

  • emprego de métodos úmidos; 
  • enclausuramento do processo; 
  • ventilação local através da exaustão; e 
  • manutenção. (ex. despoeiramento da sinterização).

2 - Sobre o meio pelo qual se difunde, para impedir que se estenda e atinja níveis perigosos no ambiente de trabalho, por exemplo:

  • limpeza; 
  • ventilação geral exaustora ou diluidora; 
  • aumento de distância entre o foco e receptor. (ex. vedação do prédio de britagem e peneiramento de coque).

3 - Sobre o receptor: protegendo o trabalhador para que a poeira não penetre em seu organismo e orientando-o sobre os cuidados necessários, treinamento e educação, limitação do tempo de exposição, equipamento de proteção individual, exames médicos pré-funcional e periódicos. (ex. uso adequado do respirador para pós e névoas que deve ser usado como complementação de medidas de controle ao nível de pessoal).

Você está aqui: Home Categorias Temas Clássicos DDS sobre proteção contra poeira