DDS Online

Como descumprir as normas de segurança na fábrica e ganhar uma advertência

Hora de dormir, hora de tomar a mamadeira, hora de trocar a fralda, desde que nascemos começamos a fazer parte de uma série de regras, normas, horários e padrões que é necessário cumprir em qualquer sociedade existente.

Na medida em que crescemos as regras vão se tornando mais rígidas, na escola é necessário obedecer à professora, o horário de entrada e saída, ter compromisso com a lição de casa e trabalhos, seguir um calendário rigoroso.

Quando começa a trabalhar não é diferente, as regras existem, as normas são aplicadas para que o bom funcionamento da empresa e de suas atividades sejam cumpridas, mas ainda existem muitas pessoas que insistem em não cumprir as regras.

Alguns clássicos corporativos:

• Não tem ninguém vendo mesmo

• Lá vem o chato do técnico de segurança do trabalho

• O técnico está vindo, coloca o EPI

• Nunca aconteceu comigo

• Sempre fiz assim

Apesar de vivermos regrados desde que nascemos, muitas pessoas não tem o hábito de seguir ou cumprir regras e normas, o próprio fato de sermos brasileiros contribui para a indisciplina de muitos. O “Jeitinho Brasileiro” e o egoísmo faz com que muitos queiram levar vantagem em tudo e ser o “Espertão” chamar a atenção dos outros é a ilusão de que é demais, é o máximo e passar por cima das regras o torna o destaque de todos.

Muitos são os motivos que impulsionam as pessoas a descumprir regras importantes dentro da empresa, principalmente as de segurança no trabalho.

➢ Insatisfação

➢ Problemas pessoais

➢ Contaminação por outros desmotivados

➢ Baixo salário

➢ Comodismo

➢ Carga horária excessiva

➢ Excesso de confiança

➢ Não dar valor aos riscos ambientais

São diversos motivos existentes para desmotivar o cumprimento de normas, mas nenhum deles justifica a imprudência, ato inseguro ou negligência. Há uma frase muito interessante na segurança do trabalho que diz “Não há trabalho tão urgente, nem serviço tão importante que não possa ser feito com segurança”.

Portanto, se você quer ganhar uma advertência continue tendo esses tipos de comportamento:

1. Óculos de segurança servindo como tiara de cabelo

2. Andar na fábrica com o capacete servindo de cotoveleira

3. Protetor auricular como um colar no pescoço

4. Desfilar na rua nos finais de semana com a bota de proteção

5. Andar nas “alturas” com o cinto pendurado na cintura

6. Ou a máscara como um adorno (enfeite)

É possível fazer uma reflexão muito profunda sobre a importância de se cumprir normas de segurança, todo risco ambiental é associado a uma medida preventiva ou corretiva que deve ser seguida a risca.

Existe também muitos conflitos pessoais na empresa, subordinado que não se dá bem com o superior, um quer levar vantagem sobre o outro, quer prejudicar a outros e a falta de cumprimento pode gerar advertência.

Em primeira instância a advertência tem que ser verbal, se a situação persistir é totalmente adequado uma advertência por escrito, vale lembrar que a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) em seu artigo 482 declara que após a terceira advertência vem a suspensão e a demissão por justa causa.

Não vale a pena passar por todo esse constrangimento, atraso na carreira, conflito com os demais funcionários e até perder dinheiro por suspensão e ser marcado na carteira profissional.

Seja consciente, sua família espera por você no retorno do trabalho. A empresa precisa de você. E a sociedade precisa retomar os tempos em que as pessoas eram atenciosas, íntegras e respeitosas.

Você está aqui: Home Categorias Segurança Como descumprir as normas de segurança na fábrica e ganhar uma advertência