DDS Online

15 dicas de prevenção de acidentes com crianças

Conviver com crianças é sinônimo de alegrias para todos à sua volta, pois toda energia, carinho e entusiasmo dos pequeninos transformam qualquer pessoa sedentária em um ávido jogador de futebol, um corredor ou um especialista em legos.

Com toda essa energia e com a curiosidade natural da idade, nossas crianças sempre estão correndo os mais variados riscos de acidentes, dentre os que mais ocorrem são os choques elétricos, intoxicações por contato com produtos químicos, quedas em nível e quedas em diferença de nível. As conseqüências dos acidentes com crianças podem ser muito sérias, pois estas ainda estão com o corpo em formação.

Dentro dos lares, nossos filhos e parentes encontram várias situações de risco e cabe a nós que somos os responsáveis zelarmos pela integridade física das crianças. Abaixo seguem algumas dicas para reduzirmos a ocorrência de acidentes.

1. Nunca permita que crianças muito pequenas fiquem sozinhas, por menor que seja o período. Com o passar dos anos, as crianças vão adquirindo senso crítico e aprendendo a se proteger dos mais variados riscos.

2. O adulto deve supervisionar o banho da criança, pois o risco de quedas é aumentado devido à presença de água aliado à espuma do sabonete, xampu ou cremes.

15 dicas para prevenir acidentes com crianças3. Devemos evitar o contato das crianças pequenas com animais, pois o animal pode se sentir ameaçado, já que crianças realizam movimentos bruscos como puxar, apertar e morder a todo o momento e o animal vai se defender atacando a criança.

4. Evite o máximo a presença de crianças no interior da cozinha, pois existe o risco de queimaduras com os alimentos sempre quentes durante sua preparação. Colocar os cabos das panelas virados para dentro do fogão vai reduzir a chance de queda das panelas e as consequentes queimaduras que acontecem com os menores. Todos os utensílios e máquinas cortantes e/ou perfurantes da cozinha (facas, garfos, liquidificadores e etc...) devem ficar em local onde as crianças não possuem acesso.

5. Faça o mesmo com ferramentas e máquinas (serrotes e cortadores de grama por exemplo) que temos por toda a residência, evitando que as crianças os façam de brinquedos!

6. Mantenha em locais seguros e trancados os produtos químicos e remédios, pois as crianças são as maiores vítimas de intoxicação nos lares.

7. Evite colocar os brinquedos no alto, pois em alguma momento a criança vai subir para tentar pegá-los.

8. Não permita que crianças brinquem em escadas ou próximo a estas, pois com o menor descuido elas podem cair.

9. Continuando com a proteção contra quedas de crianças, devemos instalar telas de proteção ou grades nas janelas, varandas e sacadas de apartamentos. Existem grades feitas para não permitir que crianças pequenas acessem cômodos indesejados por seus responsáveis. As camas (principalmente beliches) também devem possuir grades para evitarmos as quedas das crianças.

10. Proteja todas as tomadas com protetores e não permita que fios expostos permaneçam no ambiente. Um choque pode ser fatal com pessoas de pouca idade! Restrinja o uso de equipamentos elétricos por crianças muito pequenas.

11. Inspecione periodicamente os brinquedos no seu lar e efetue o conserto imediato dos itens anormais, ou caso não seja possível descarte o brinquedo, mas nunca faça “jeitinhos” nos brinquedos!

12. Até as roupas que nós escolhemos podem se tornar perigosas para as crianças. Roupas muito folgadas, calças com comprimento das pernas maiores que as pernas das crianças e/ou calçados impróprios podem aumentar as chances de acidentes. Escolha com cuidado a roupa dos pequenos e não hesite em levar sempre uma roupa mais confortável quando for sair com crianças.

13. Crianças no interior do veículo exigem muito de sua atenção! Siga o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e tenha os equipamentos obrigatórios exigidos para o transporte de crianças de acordo com a sua faixa etária.

14. Faça visitas periódicas a escola onde seus filhos(as) estudam e note pontos onde as crianças podem se machucar. Oriente o responsável da escola para resolução do problema e se prontifique a ajudar na resolução.

15. Quando seu filho(a) for sair com outras pessoas, faça todas as recomendações para quem for levá-las, tais como remédios que a criança deve tomar, substâncias que causam alergias, fobias e manias dos pequenos. Assim poderemos evitar transtornos futuros.

 

Você está aqui: Home Categorias Segurança no Lar 15 dicas de prevenção de acidentes com crianças