DDS Online

Pressão arterial alta nos ambientes de trabalho

Em um grupo de pessoas encontramos diversos tipos de estilo de vida, na maior parte das vezes não sabemos como cada um se cuida, algumas doenças são conhecidas e aparentes, outras são invisíveis e até a própria pessoa não sabe que a possui.

É importante estar preparado para uma emergência, pois nunca se sabe quando uma pessoa pode passar mal, na rua, em casa, na escola ou no trabalho.

É interessante conhecer mais a respeito da pressão arterial.

A hipertensão arterial é o aumento desproporcionado dos níveis da pressão em relação, principalmente, à idade. A pressão arterial normal num adulto alcança um valor máximo de 140 mmHg (milímetros de mercúrio) e mínimo de 90 mmHg. Valores maiores indicam hipertensão (pressão alta).

A incidência de pressão alta é observada em relação a:

• Idade e Sexo: A pressão alta é mais comum nos homens do que nas mulheres, e em pessoas de idade mais avançada do que nos jovens.

• Genética: Pessoas com antecedentes familiares de hipertensão têm maior predisposição a sofrer da mesma.

• Estresse.

• Excesso de peso (obesidade).

Causas

As causas que provocam a pressão alta são muitas e variadas. Na maioria dos casos, a causa é desconhecida ou não está bem definida. Entre as causas conhecidas estão às doenças dos rins, das glândulas (endócrinas), do sistema nervoso, o abuso de certos medicamentos e a gravidez.

Sintomas

Na primeira fase a hipertensão arterial não apresenta sintomas, mas, à medida que os anos vão passando, eles começam a aparecer. Os mais comuns são: dor de cabeça, falta de ar, enjoos, visão turva que pode estar acompanhada de zumbidos, debilidade, sangramento pelo nariz, palpitações e até desmaios.

A importância da pressão alta não está nos sintomas, mas nas graves complicações que podem provocar um enfarte agudo de miocárdio, ou um derrame cerebral e até a morte de forma instantânea.

Tratamento e prevenção

A melhor forma de prevenir a doença é mediante um controle periódico (tirar a pressão), não abusar das comidas com sal, caminhar e evitar o fumo e o café, que aumentam a pressão arterial. Em resumo, tentar modificar o estilo de vida.

Os tratamentos são destinados a manter a pressão arterial dentro dos limites normais, por um lado insistindo nas formas acima descritas de prevenção, e por outro, mediante medicamentos que, por diferentes ações, mantêm a pressão dentro dos limites normais. Os fármacos mais receitados são os diuréticos, os betabloqueadores e os vasodilatadores.

A pressão arterial ajusta-se através de alterações na intensidade e frequência do ritmo cardíaco (pulsações) e no diâmetro dos vasos circulatórios.

A pressão arterial altera-se ciclicamente no curso da atividade cardíaca.

Atinge o seu valor máximo (pressão sanguínea sistólica), durante a “expulsão” do sangue (sístole) e o seu mínimo (pressão arterial diastólica), quando o coração termina o “período de repouso” (diástole).

Para evitar certas doenças, estes valores devem manter-se entre limites normais específicos.

Algumas dicas para se ter uma vida saudável e controlar ou evitar a hipertensão.

• Tente manter um peso equilibrado para a sua idade. Livre-se do excesso de peso;

• Evite o consumo excessivo de sal;

• Evite os alimentos gordos.

• Deixe de fumar;

• Modere o consumo de bebidas alcoólicas;

• Reduza o consumo de cafeína (café).

• Pratique esportes regularmente - após ter feito um check-up médico;

• Escolha esportes que requeiram resistência física e não força;

• Não se esforce até atingir o seu limite da forma física;

Este é um ótimo tema para se discutir na empresa ou em uma SIPAT, preocupe-se com a saúde de sua equipe, pois a informação pode salvar vidas.

Você está aqui: Home Categorias Saúde Pressão arterial alta nos ambientes de trabalho