DDS Online

Entendendo o Câncer de Próstata

A frequência do câncer de próstata aumentou de forma explosiva nos últimos anos. Com isso os homens tornaram-se mais conscientes dos problemas da próstata, o que é bom. Porém informações desencontradas acabam gerando aflições indevidas, o que é ruim. Então, vamos entender primeiramente o que é a próstata, para depois discutirmos o câncer de próstata.

A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. É um órgão muito pequeno, tem o formato de uma maça e fica situada logo abaixo da bexiga e a frente do reto. A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. A próstata também é responsável por produzir parte do sêmen, líquido espesso que contém os espermatozóides, liberado durante o ato sexual.

O câncer de próstata é uma doença que provoca um crescimento anormal e incontrolado das células da próstata. Ou seja, as células sofrem mutações e começam a crescer sem controle. No Brasil, é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). E em números mundiais, é o sexto tipo mais comum.

Mais que qualquer outro tipo de câncer, é considerado da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 50 anos de idade. E sua incidência é exclusivamente em homens, já que as mulheres não possuem próstata.

Como o câncer de próstata se desenvolve?

Sua origem é desconhecida, entretanto presume-se que alguns fatores podem influenciar o seu desenvolvimento. Por exemplo:

• Fator genético: Visto que a incidência do câncer é maior me pessoas com histórico na família. Mas isso não significa obrigatoriamente que todos os homens de uma família terão a doença.

• Fator hormonal: Estudos comprovam que em homens já doentes, a quantidade de testosterona (o hormônio masculino) pode influenciar no crescimento do câncer.

• Fator dieta: Dietas ricas em gordura predispõem o câncer, pois alteram o metabolismo dos hormônios. Já dietas ricas em fibras e tomate diminuem seu aparecimento. Mas nenhuma dieta impede que o câncer apareça, elas atuam como forma de prevenção ou atenuante.

• Fator ambiental: Ainda não há comprovações científicas a respeito, mas estão sendo realizados estudos a respeito.

E quais são os sintomas?

Nas fases iniciais o paciente não sente nada. O câncer somente é detectado com exames clínicos e laboratoriais de rotina, que são:

• Exame de toque;

• PSA (dosagem de antígeno prostático específico).

Porém há alguns sintomas que devem ser levados em consideração por homens dentro da faixa etária mais comum para o aparecimento da doença, como por exemplo:

• Aumento da vontade de urinar a noite;

• Dificuldade de iniciar e manter um jato contínuo da urina;

• Sangue na urina;

• Dor ao urinar;

• Dificuldade de conseguir uma ereção;

• Ejaculação dolorosa;

• Dor óssea (nos casos mais avançados da doença);

• Anemia;

• Perda de peso.

Alguns desses sintomas podem lembrar uma infecção urinária. Mas somente com exames médicos essa dúvida poderá ser solucionada. Não perca tempo e nem tenha medo de ir ao médico, zele por sua vida!

Como é feito o diagnóstico do câncer?

Todo homem a partir dos 45 anos de idade deve realizar o toque retal e a dosagem PSA, independente dos sintomas. Embora o exame do toque retal ainda provoque pavor em muitos homens, o exame não compromete a dignidade masculina nem é indigno, e dura cerca de 5 a 30 segundos! O exame não dói, é rápido e altamente eficaz. Ele é tão importante que nenhum outro exame é capaz de oferecer as mesmas informações. Há um índice que cerca de 20% dos exames de PSA podem dar o resultado normal, e o câncer somente ser diagnosticado pelo exame de toque retal. Portanto, deixe o preconceito de lado e se cuide!

E de que forma pode ser feita a prevenção do câncer de próstata?

Manter uma alimentação saudável, não fumar, ser fisicamente ativo e visitar regularmente o médico são medidas que podem ajudar na prevenção do câncer. E em relação ao tratamento, de que forma é feito?

Ao planejar o tratamento, os médicos levam em consideração a extensão da doença. Alguns tipos necessitam de cirurgia, outros radioterapia chegando até mesmo a ser necessária a retirada da próstata, em estágios muito avançados da doença.

Lembre-se sempre que câncer não pega! O contato com pessoas doentes não faz com que você também fique.

E mais uma vez, não deixe de procurar o médico e realizar todos os exames. Proteja sua vida!

Você está aqui: Home Categorias Saúde Entendendo o Câncer de Próstata