DDS Online

Aproveite bem o verão e lembre-se dos cuidados com o corpo

Verão, férias, sol, calor: para a maioria das pessoas, ir a piscina ou a praia se refrescar e pegar um bronzeado são a melhores pedidas. Esperaram o ano inteiro por essa oportunidade e agora não querem perder tempo. Passam o dia na praia para poder pegar logo aquela cor bonita. Porém, tanta afobação pode trazer futuras dores de cabeça que podem deixar sequelas se não forem tomadas as devidas precauções. Um dos problemas mais comuns, em curto prazo, do abuso do sol é a insolação.

Insolação é um estado onde a pele está muito delicada com conjunto de sintomas e ocorre após uma pessoa ficar exposta de forma excessiva ao sol sem tomar os devidos cuidados. A insolação pode causar uma série de problemas, entre eles dores de cabeça, náuseas, falta de ar, tontura, aumento da temperatura do corpo, sonolência, apatia, dores musculares, sensação de calor, pele avermelhada, pele quente e seca, extremidades arroxeadas e em casos mais sérios até mesmo a inconsciência.

Sem falar que essa exposição excessiva causa a destruição das células da pele, causando envelhecimento precoce e a possibilidade de desenvolver câncer de pele. A insolação é considerada um problema grave, principalmente em crianças e idosos que tem a resistência mais baixa.

É possível ter insolação sem estar diretamente exposto ao sol. Muitas pessoas acham que por estar de baixo do guarda sol estão protegidas, porém não é bem assim. A areia reflete o sol e assim aumenta a temperatura da pessoa transmitindo-a calor. Assim, a pessoa não fica queimada como se tivesse pegado sol durante horas, porém fica com a pele sensível e terá os mesmos sintomas da insolação. Dá-se o nome de intermação.

Para não sofrer risco de ter insolação, recomenda-se que pegue sol até as 10 horas e depois das 16 horas (sem considerar horário de verão), sem nunca esquecer o protetor solar, passar o protetor solar quinze minutos antes de começar a exposição ao sol a cada duas horas reaplicá-lo, hidratar a pele após exposição prolongada ao sol, sempre tomando bastante líquido, usar óculos escuros para proteger os olhos, não utilizar bronzeadores se o sol estiver muito quente e tomar cerca de dois a três litros de água por dia.

Áreas mais sensíveis do corpo como axilas e orelhas são naturalmente protegidas pelo organismo através de dobras cutâneas e a própria mucosa da pele, porém é válido proteger também essas áreas com protetor solar com um fator de proteção alto.

Se começarem a aparecer sinais de insolação, é extremamente importante que a pessoa procure a sombra mais próxima e se hidrate de forma adequada. Se forem notados sinais de que ocorreram queimaduras mais graves, procure um médico urgentemente.

Ao chegar em casa, permaneça sempre em um ambiente fresco, se possível com ventilador ou ar condicionado. Se sentir o corpo muito quente, cubra-se com toalhas úmidas. Use roupas mais leves e dê preferência as de cores claras. Alimente-se com comidas leves e tome banho sempre frio. Beber isotônicos também pode ajudar na reidratação. Cremes hidratantes ajudarão a diminuir o desconforto causado pelas queimaduras na pele.

Você está aqui: Home Categorias Saúde Aproveite bem o verão e lembre-se dos cuidados com o corpo