DDS Online

Neste verão fique atento às micoses!

Com a chegada do verão, a estação mais quente do ano, a incidência de algumas doenças aumenta, devido ao aumento não só da temperatura, mas também da umidade. Um exemplo de infecção muito comum no verão são as micoses. As micoses são infecções causadas por fungos e podem surgir principalmente na pele, no couro cabeludo e nas unhas. Basicamente, os fungos causados da micose se alimentam de queratina, substância que encontram em abundância nessas partes do corpo.

Microorganismos e fungos são naturais no meio ambiente, porém se encontram em nosso corpo as condições favoráveis para sua proliferação, irá ocorrer uma infecção. Calor, areia, praia, piscina, suor intenso, uso de óleos de bronzear, roupas molhadas, tudo isso torna nosso corpo o ambiente ideal para a proliferação de micoses. As altas temperaturas do verão fazem com que a propagação seja acelerada.

As micoses começam com coceira e ardência em alguma região do corpo, e então começam a surgir pequenas alterações na pele que começam a se intensificar, como bolhas de água, descamação, vermelhidão e fissuras. No caso das unhas, as micoses podem provocar deformação e descolamento.

Manchas esbranquiçadas na pele e coceira nos pés ou nas mãos também são sintomas bem comuns da micose. Pessoas que tem problemas no sistema imunológico, de forma que tenham baixa imunidade, estão mais sujeitas a serem acometidas pela infecção. Apesar de serem sintomas bem evidentes, nem sempre é tão fácil diagnosticar os primeiros sinais da micose.

Como foi dito acima, os fungos e microorganismos estão por todo o ambiente, porém é necessário haver certas condições para a infecção ocorrer: aumento da umidade da pele; períodos de baixa imunidade (uso de antibióticos, estresse podem ser causas de baixa imunidade); o indivíduo ter tendência a desenvolver micoses.

O tratamento de micoses envolve uso de cremes, pomadas e até medicamentos orais. Quanto mais cedo a infecção for detectada, mais rápido e eficiente será o tratamento. É muito importante que os pacientes nunca se automediquem e nunca larguem o tratamento antes do prazo recomendado pelo médico. Pode ser que visualmente o fungo já tenha sido eliminado, porém ele ainda pode estar lá, apenas enfraquecido. Caso ocorra uma interrupção no tratamento, o fungo pode se fortalecer e ocorrer uma proliferação de fungos imunes ao tratamento que estava sendo feito, dificultando ainda mais o tratamento.

Através de medidas simples você pode evitar as micoses e curtir o seu verão sem preocupações:

• Não compartilhe toalhas, mesmo com pessoas conhecidas;

• Seque bem o corpo após o banho, principalmente os pés, virilha, axila e a cabeça;

• Evite usar calçados apertados por muito tempo;

• Evite usar roupas muito apertadas, principalmente roupas íntimas de tecido sintético;

• Evite andar descalço em pisos úmidos e públicos.

Você está aqui: Home Categorias Saúde Neste verão fique atento às micoses!