DDS Online

Conheça as causas de problemas na tireóide, seus sintomas e medidas preventivas

A tireóide é uma glândula que tem a função de regular órgãos como o fígado, rins e até mesmo o coração. Faz isso através da produção de hormônios, que garantem o equilíbrio do corpo. O metabolismo, o crescimento, a fertilidade, a memória, o humor são exemplos do que essa glândula regula através de seus hormônios.

Caso ocorra alguma disfunção nessa glândula, podem haver complicações em todo o corpo, produzindo sintomas que podem passar despercebidos como também problemas de alta gravidade chegando a trazer risco de vida. A tireoide fica na parte anterior do pescoço. Através de disfunções nessa glândula, ela pode acabar liberando hormônios em excesso (hipertireoidismo) ou liberar menos hormônios do que deveria (hipotireoidismo).

As causas originárias do hipertireoidismo são:

• Presença de nódulos na tireoide;

• Tireoidite (inflamação na glândula da tireoide);

• Ingestão exagerada de iodo;

• Tomar medicação com hormônios sintéticos da tireoide com uma dosagem maior do que a recomendada;

• Doença de Graves;

Sudorese (suor) excessiva, ansiedade, irritabilidade, perda de peso, evacuações mais frequentes, dificuldade para dormir são os sintomas característicos do hipertireoidismo.

As causas originárias do hipotireoidismo são:

• Doença de Hashimoto;

• Tratamento de hipertireoidismo com iodo radioativo;

• Retirada cirúrgica da tireoide;

• Deficiência na regulação da glândula;

• Inflamação da tireoide;

• Algumas crianças nascem sem a glândula, ou com a glândula com deficiências e tem que ser tratadas;

Ganho de peso, queda de cabelo, pele seca, dores nas articulações e nos músculos, fraqueza das unhas, palidez, depressão, dificuldades para evacuar, alterações no ciclo menstrual (nas mulheres), aumento do colesterol são sintomas que caracterizam o hipotireoidismo. Em casos mais graves, a pessoa pode chegar a entrar em coma.

O bócio é um sintoma característico tanto no hipotireoidismo e no hipertireoidismo. O bócio é o aumento do volume da tireoide, deixando-a com uma aparência de inchaço.

Existem medidas alimentícias que ajudam a prevenir ou minimizar as chances de ter problemas na tireoide: peixe, principalmente os de águas frias e profundas; reduza a quantidade de açúcar e farináceos, altas quantidades dos mesmos no sangue podem desregular o funcionamento da tireoide; consumir frutos do mar, algas marinhas, abacaxi, alcachofra, alimentos que possuam iodo, pois o iodo em pequenas quantidades é importante para o bom funcionamento da tireoide, e para que o iodo possa ser aproveitado pelo organismo, é necessário que se ingira bastante vitamina A (alimentos que contem esta vitamina: leite, gema de ovo, abacate, melão, manga, mamão, cenoura, batata doce, espinafre e couve, citamos apenas alguns dentre vários); grãos e cereais integrais também podem ser de grande ajuda.

Mais uma vez vamos bater na mesma tecla: a boa alimentação previne e mantém a saúde. Então sempre nas refeições vamos ter um prato colorido com folhas, legumes e grãos. Na sobremesa dê preferência às frutas do que aos doces, além da saúde você manterá o corpo em forma. E lembre-se que tudo em excesso não faz bem, inclusive a vitamina A, por isso seja moderado na sua alimentação e percebendo algum sintoma citado acima procure um médico.

Você está aqui: Home Categorias Saúde Conheça as causas de problemas na tireóide, seus sintomas e medidas preventivas