DDS Online

O que fazer quando alguém está tendo uma crise convulsiva?

Em nosso cérebro existem pequenas células chamadas neurônios. Esses neurônios são responsáveis por todas nossas ações: desde tocar um instrumento até respirar e andar. Quando esses neurônios “perdem o controle” por algum tipo de problema, pode-se dizer que ocorreu uma crise epiléptica. Essas crises podem ocorrer de diferentes maneiras, e uma delas é a convulsão (crise convulsiva).

A convulsão é caracterizada pela contração violenta e involuntária dos músculos ou dos membros. É uma descarga elétrica fora do normal que acontece no cérebro, que acabam causando perda de consciência e contrações musculares involuntárias em todo o corpo. Os sintomas da convulsão são: perda dos sentidos (perda da consciência); queda ao chão inconsciente; salivação excessiva; fortes contrações de alguns músculos ou o corpo todo de forma involuntária; perda do controle da urina; respiração ruidosa. A pessoa pode ficar com um olhar “perdido”, com um olhar profundo. Pode também haver vômito e defecação além da urina. Ao final da crise, o paciente voltará à consciência, porém ainda um pouco transtornado e confuso, sendo importante a presença de alguém para acompanhá-lo.

Caso você presencie alguém tendo uma convulsão, segure a pessoa para que ela não se machuque, tentando manter principalmente sua cabeça em segurança para que não acabe batendo no chão ou contra a parede repetidamente. Proteja a cabeça com travesseiros ou até mesmo suas mãos. É importante também virar a cabeça para o lado para evitar que ela se engasgue com sua saliva ou seu vômito.

Deite-a no chão, ou em uma cama. Vale lembrar que é importante tentar proteger a língua da pessoa que está tendo a crise, para que esta não acabe ferindo demais sua língua. Para fazer isso, é válido enrolar seus dedos em algum pano para evitar que eles sejam mordidos e acabem sendo lesados. Não se deve tentar desenrolar a língua com a mão. É importante afastar os objetos do local onde a pessoa está para evitar que ela se machuque, e também que tenha bastante espaço vazio e boa circulação de ar. Mova a pessoa em crise apenas se ela estiver em um local que não seja seguro. Não se deve imobilizar a pessoa. Não se deve jogar água no rosto da mesma. Não dê nenhum tipo de alimento líquido ou sólido até que a pessoa esteja totalmente consciente. As crises convulsivas duram por volta de 15 minutos. É importante que assim que terminar a crise, a pessoa seja levada em um médico, pois podem haver danos neurológicos e ainda há a possibilidade da crise se repetir em alguns minutos.

É importante procurar um neurologista para saber da gravidade ou não daquela convulsão e após um diagnóstico clínico junto com o resultado do eletroencefalograma (EEG), o especialista traçará o tratamento a ser seguido, provavelmente com medicação anticonvulsivante. Em alguns casos há a chance de fazer uma cirurgia no cérebro em que se retira pequena parte onde as descargas elétricas surgem. Sempre devemos procurar orientação de um médico quando surgirem situações anormais em nossas vidas, só assim teremos uma vida com qualidade.

Você está aqui: Home Categorias Saúde O que fazer quando alguém está tendo uma crise convulsiva?