DDS Online

O ATO FISICO DE RIR: A MELHOR PREVENÇÃO PARA O SEU CORPO

Desde tempos imemoriais ouve-se um dito popular que “rir é o melhor remédio,” não faz somente bem para o corpo, mas também para a alma. Pesquisas recente comprovam que o ato físico de rir libera substâncias químicas no cérebro que nos trazem sensação de bem estar e mais resistência à dor, segundo matéria publicada na revista Planeta ( Araia, 2012).

O filósofo Grego Aristóteles reconhecia que o riso é saudável, desde que não seja para envergonhar alguém. Para Platão o riso distanciava o ser humano da verdadeira sabedoria. Já a igreja cristã medieval renegava o riso alegava que Jesus não teria rido durante a sua vida terrena, pelo menos não foi mencionado nos evangelhos.

Segundo a revista Planeta ( 2012, p.45) “ o ato de rir é a resposta psicofisiológica ao humor ou a outros estímulos e exige bastante do corpo.


Ele abrange contrações do diafragma, sons vocais repetitivos produzidos pelas câmaras de ressonância da faringe, boca e cavidades nasais, o movimento de aproximadamente 50 músculos.”

A mesma revista segue em sua reportagem afirmando que o ato de rir força tanto o corpo que muitas vezes, saem até lagrimas involuntárias dos olhos. De qualquer forma é muito mais agradável passar uma tarde sorrido do que a mesma tarde chorando.

O cientista Inglês Robin Dunbar conseguiu comprovar em sua pesquisa, que o ato de rir faz muito bem a saúde e ajuda no combate a doenças. Segundo Dunbar (2012) os benefícios do riso são bons e comprovadamente combatem e amenizam os efeitos de doenças tais como:

Alergia – o riso reduz reações cutâneas a alérgenos ( agentes capazes de produzir alergias). Também diminui os níveis de anticorpos e melhora sono.

Artrite reumatoide – um bom momento de riso reduz os níveis de citocinas pró-inflamatórias ( moléculas envolvidas na emissão de sinais entre as células durante o desencadeamento das respostas imunes que possuem compostos capazes de promover o processo de inflamação), e hormônios do crescimento, alem de aumentar os níveis de citocinas anti-inflamatórias. Segundo um estudo de Oxford ( Grã – Bretanha ), os efeitos podem durar 12 ou mais horas depois do acesso de riso.

Asma/Bronquite – o efeito de uma terapia do tipo Doutores da Alegria reduz a hiperinflação (inchaço excessivo) dos pulmões em pacientes graves e muito graves de doenças pulmonar obstrutiva crônica.

Depressão – A ioga do riso ( uma combinação de riso natural e respiração iogue) funciona tão bem quanto uma rotina de exercícios convencionais para mulheres idosas com depressão. Informa um estudo da Universidade Allameh Tabatabal (Irã). Segundo os pesquisadores, nesse caso não há diferença se o riso é espontâneo ou forçado.

Diabete tipo 2 – Segundo um artigo publicado no periódico Alternative therapis in Health and Medicine, o riso pode beneficiar os níveis de glicose no sangue, além de reduzir a quantidade de compostos inflamatórios a ser ingerida. Ele também aumenta os níveis de colesterol bom em pacientes diabéticos de alto risco.

Dor – O riso aumenta os limites da tolerância à dor e ao conforto. Ele também eleva os níveis de endorfinas, os analgésicos naturais do nosso corpo.

Eczema – Assistir a uma comédia pode melhorar a flora intestinal em pessoas com eczema. Em estudos realizados em hospital japonês, várias pessoas assistiram a comédias diferentes e tiveram as fezes analisadas antes e após cada exibição. O riso mudou a constituição das bactérias intestinais nos pacientes que apresentavam eczemas.

Estresse – O riso reduz o nível de hormônios do estresse, como o cortisol, a dopamina, a epinefrina (adrenalina) e o hormônio do crescimento. Por outro lado, eleva o nível de hormônios que reforçam a saúde, como as endorfinas, e de neurotransmissores.

Perda de peso – O riso aumenta entre 10% e 20% o consumo de energia, de acordo com estudos norte-americano.

Problemas cardíacos – De acordo com um estudo da Universidade de Atenas, o riso reduz a rigidez arterial ( um indicador do risco de doença cardiovascular) e os níveis do hormônio do estresse. Outras pesquisas mostram que pessoas com maior propensão a rir têm um risco menor de doenças cardíacas e de sofrer ataques cardíacos. Ele também diminui a incidência de ataques cardíacos em diabéticos de alto risco.

Sistema imunológico – O número de células produtoras de anticorpos e a efetividade das células T são aumentadas com o riso, o que reforça todo o sistema imunológico.

Os estudos continuam comprovando que uma pessoa feliz e risonha é muito mais saudável e vive melhor. Antes de se automedicar, entupindo o seu corpo de remédios, correndo riscos de morte, vale apena sentar, respirar e colocar o seu sorriso para funcionar. O ato de rir pode ser a melhor prevenção para o seu corpo funcionar adequadamente, portanto, coloque seu sorriso em prática e colha os benefícios desta prática no seu dia a dia e tenha uma longa vida feliz e mais saudável.

O trabalho também torna-se mais agradável para as pessoas que gostam de sorrir, elevando o astral do outros trabalhadores e mantendo um clima agradável em seu ambiente laboral. Pessoas que gostam de sorrir sempre estão acompanhadas de outras pessoas sorridentes e tem facilidade em fazer amizades.

O sorriso não só aumenta a imunidade do corpo das pessoas, mas alegra o espirito de quem está perto, aumentando a motivação no ambiente de trabalho, sem falar que o sorriso mantem o ambiente laboral com uma atmosfera festiva, contribuindo assim para um trabalho seguro e feliz, durante seu expediente de trabalho. Por isso, sorria sempre!

Para saber mais :

Araia. Eduardo, Rir, um ótimo remédio, Revista Planeta. Ed.472, Editora três Ltda, Janeiro de 2012.

Autor: Sergio Weinfuter

Contato:O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

twitter: @sempreprevenind

Você está aqui: Home Categorias Saúde O ATO FISICO DE RIR: A MELHOR PREVENÇÃO PARA O SEU CORPO