DDS Online

Protestos pelo Brasil: como manisfestar com segurança e respeitando o próximo

Autor: Christian Cleber / Encarregado de Manutenção / Thyssenkrupp Metalurgica Campo Limpo

Considerando os últimos eventos ocorridos pelo nosso país, todos nós Brasileiros trabalhadores e chefes de famílias que somos, enxergamos a necessidade de tomar as rédeas da situação e guinar a mesma para uma direção que nos dê conforto e firmeza para as nossas necessidades.

E o meio mais fácil, e de acesso de todos nós, é o famoso protesto em massa.

Mas aí eu te pergunto, o meio como isto está acontecendo atualmente está correto?

Depredar patrimônios históricos ou alheios não nos garantirá beneficio algum, apenas nos gerará a imagem de pessoas sem o mínimo de noção com relação à reivindicação dos nossos direitos por direito.

Todos nós sabemos de nossas deficiências com relação a atual situação do nosso País , mas isso não nos dá o direito de destruir bens que abrigam a nossa própria história.

Infelizmente, a real intenção dos atuais protestos estão sendo confundidas com as más atitudes de algumas pessoas que não estão envolvidas com este movimento, dando a entender que todos os manifestantes estão usando do mesmo artificio de vandalismo para reivindicar o que o movimento propõe.

Segue abaixo algumas dicas para garantir um movimento consciente pelos direitos que nos são garantidos:

- Geralmente os protestos ocorrem em vários lugares da cidade, onde as passeatas são inevitáveis. Vista-se de forma que se sinta confortável, use calçados que garantam um conforto para os pés considerando que andará e ficará de pé por um longo período.

Manifestação em Brasilia- Evite a ingestão de bebidas alcoólicas antes e durante as manifestações, leve água, suco, refrigerante e garanta a sua hidratação pelo período que estiver manifestando.

- Evite de levar placas de protestos sustentadas por cabos de madeira ou similar, pois além de estar carregando peso desnecessário, você poderá causar algum acidente por uma eventual queda deste acessório sobre uma pessoa. Use faixas, cartazes de cartolina, ou até mesmo pintura na própria roupa, pois assim você reduzirá o peso a ser carregado e estará mandando o recado da mesma forma e com mais segurança.

- Como os protestos geralmente interditam rodovias, ruas, avenidas entre outros pontos de acesso, você deve ter consciência que estes pontos de acessos também são utilizados pelos profissionais dos serviços de primeira prioridade, como por exemplo, ambulâncias, corpo de bombeiros entre outros. Ao identificar estes veículos, não obstrua ou impeça a sua passagem, pois pode ser você a estar precisando destes serviços.

- Considerando que o pico das manifestações ocorre após o horário comercial (17:30) quando a maior parte dos manifestantes deixam o trabalho, é aconselhável que se verifique a real necessidade de utilização de seu veículo. Pois lembre-se que a cidade vai estar parada e lotada de gente impedindo a passagem de veículos em quase todas as principais ruas.

- Não se misture às pessoas que estão fora da real intenção do protesto. Quebrar, depredar, roubar lojas, bancos, ou outros bens alheios assim como também nosso patrimônio, está longe de garantir a obtenção de nossos direitos.

Seja racional e proteste com Inteligência, mande seu recado de forma consciente e garanta assim o melhor resultado para aquilo que está sendo reivindicado. Pois lembre-se que tudo aquilo que está sendo quebrado ou depredado, será consertado com o dinheiro que está em nosso bolso.

E você? O que achou do texto do Christian Cleber ? Comente abaixo !
Você está aqui: Home Categorias Administração e Escritório Protestos pelo Brasil: como manisfestar com segurança e respeitando o próximo