DDS Online

Produção Mais Limpa. Reduzindo de Maneira Preventiva na Fonte

Produção Mais Limpa (cleaner production) é uma estratégia ambiental preventiva aplicada a processos, produtos e serviços para minimizar os impactos sobre o meio ambiente. Esse modelo de produção vem sendo desenvolvido pelo PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) e pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (ONUDI) desde a década de 1980, dentro do esforço para instrumentalizar os conceitos e objetivos de desenvolvimento sustentável.

Esse processo é aplicado de forma preventiva, ou seja, o estudo realizado precisa ser elaborado antes do processo produtivo, com o intuito de eliminar toda forma de contaminação possível através da matéria-prima, processo ou resíduo gerado.

Funcionalidade

A proposta é aplicar na redução do consumo e extração de recursos naturais, uso de matérias-primas principalmente as não renováveis e/ou tóxicas, ou seja, se forma uma cadeia, pois se a extração for menor em consequência se tem menos geração de resíduos e contaminantes.

Menor geração de resíduos através de uma produção mais consciente, com menos desperdício e aplicando ferramentas de qualidade que garantem uma produção satisfatória economia, ambiental e socialmente correta.

Em uma instância e como consequência reduzir a emissão de poluentes no meio ambiente nas formas sólida, líquida e gasosa, evitando a contaminação da água, ar, solo e seres vivos.

Em um primeiro propósito a proposta de P + L era a aplicação de qualquer tecnologia que pudesse reduzir a poluição e economizar recursos, conforme a Comissão da Comunidade Econômica Europeia em meados da década de 70.

Posteriormente, a Onudi formulou o seguinte conceito de Desenvolvimento Industrial Ecologicamente Sustentável (Dies): “modalidades de industrialização que promovem as vantagens econômicas e sociais das gerações presentes e futuras sem comprometer os processos ecológicos básicos”.

Se associa ao conceito de Desenvolvimento Sustentável ilustrando que é possível a extração e consumo de maneira que a produção pode ser de forma limpa e sustentável, ou seja, sem desperdícios de produção e garantindo os recursos naturais para as futuras gerações.

Para promover o desenvolvimento esse novo modelo deve atender aos seguintes critérios: usar com eficiência os recursos não renováveis, conservar os renováveis e não ultrapassar a capacidade do meio ambiente de assimilação de resíduos.

O conceito de P + L estabelece uma hierarquia de atendimento e prioridades: prevenção à poluição, redução (à partir do princípio dos 3 R´s), reuso e reciclagem, tratamento com recuperação de materiais e energia (na qual o Brasil desperdiça em larga escala proveniente de seus resíduos), tratamento adequado e disposição final correta.

Lembrando que esse processo deverá ser de forma contínua, preventiva integrando produtos, processos e serviços, a fim de alcançar benefícios econômicos, sociais, para a saúde humana e meio ambiente.

Essa ferramenta é adaptável a qualquer empresa, segmento e porte, cabe ao gestor realizar uma análise crítica do funcionamento do processo produtivo, utilizando as ferramentas citadas e implantar de forma sistêmica e compartilhar com todos os colaboradores, a fim de incluí-los nas atividades que cada um deverá participar e comunicar aos stakeholders a existência de uma ferramenta eficiente que irá valorizar em muito o produto ou serviço.

Reflita sobre a questão que existe solução para uma produção mais limpa e adote o melhor critério para implantação e a execução de um desenvolvimento sustentável, meio ambiente menos degradado, um produto de melhor qualidade ambiental e menor geração de riscos aos colaboradores.

Você está aqui: Home Categorias Meio Ambiente Produção Mais Limpa. Reduzindo de Maneira Preventiva na Fonte