DDS Online

Conceitos básicos da coleta seletiva

Ter boas práticas ambientais é muito importante. E o que são boas práticas ambientais? É cada um saber exatamente o que pode ser feito para gastar menos água, gastar menos energia e dar a destinação correta para aquilo que consideramos lixo. Lixo é tudo aquilo que é inservível, mas se nós separarmos o lixo através de um sistema de coleta seletiva, aquele lixo que não tinha utilidade passa a ter alguma utilização.

E de que forma essa separação é feita, para que o lixo possa ser reaproveitado? Um conceito básico é a separação por cores dependendo da natureza do lixo, pois o lixo só tem valor se for separado. Por exemplo:

• Os papéis ficam nos recipientes azuis;

• Os metais nos recipientes amarelos;

• Os vidros nos recipientes verdes;

• Os plásticos nos recipientes vermelhos.

O que é feito com o lixo depois de separado? O reaproveitamento. Por exemplo, garrafas PET podem ser utilizadas na confecção de um sofá; anéis de latas de alumínio podem ser utilizados para confeccionar enfeites, acessórios. Agora sabemos que todo o vidro pode ser reaproveitado, assim como papel e o plástico.

Mas se o lixo estiver misturado, acaba indo todo ele para o mesmo lugar.

Lixos que envolvem produtos químicos têm uma destinação especial. Por exemplo: pilhas, baterias, lâmpadas florescentes. Há a necessidade de pessoas preparadas e treinadas para lidar com esse tipo de material.

Reaproveite os copos descartáveis durante todo o dia de trabalho, ao invés de usar um cada vez que for beber água ou café.

Você está aqui: Home Categorias Meio Ambiente Conceitos básicos da coleta seletiva