DDS Online

Quem avisa amigo é

Toda semana acontecia a reunião de segurança do trabalho na fábrica. Muitos operários achavam tudo aquilo uma grande perda de tempo. “É muito chato ficar ouvindo tudo isso. Parece que somos crianças ou que precisamos aprender a trabalhar”, comentavam entre si os operários enquanto o técnico de segurança do trabalho, Zé Seguro, fazia a palestra da semana.

Zé explicava sobre a importância da segurança em trabalhos em altura. Alguns funcionários da empresa trabalhavam na descarga dos caminhões que chegavam com matéria-prima. Era necessário retirar a lona do caminhão, abrir as grades e fazer a retirada das chapas. Um trabalho de risco, já que exigia prender e soltar cabos, riscos de queda, de que a carga tombasse e outros.

Embora soubessem de todos estes riscos, muitos não davam atenção ao que o técnico falava. Pareciam mais preocupados com outras situações do que com a realidade de trabalho do seu dia-a-dia e com sua segurança. Mesmo assim, Zé Seguro aconselhava e estava sempre à disposição para ajudá-los. Logo depois da palestra, todos voltaram às suas atividades.

Passados dois dias, um alvoroço no setor de descarga de matéria-prima. Era Juvenal que havia caído. Ele foi prender a lona do caminhão nos ganchos e acabou caindo. Embora tenha sido de pouca altura, o rapaz se machucou e precisou ser encaminhado ao hospital. Na verificação do ocorrido, Zé Seguro descobriu que o rapaz não usava cinto de segurança, por isso caiu. No hospital, foi informado de que o jovem quebrou a perna e precisaria de alguns de afastamento para recuperação e teria de usar cadeira de rodas.

“Meu jovem, olha o que sua imprudência fez. Agora terá que ficar nesta cadeira por um tempo. Se estivesse usando o equipamento da forma adequada, como ensinei, nada disso teria acontecido”, comentou Zé Seguro. “É verdade, Zé. Eu tô muito arrependido. Tô sentindo muita dor e vou causar transtorno a muita gente agora que tô assim”, comentou Juvenal.

“A verdade é que não dava importância ao equipamento e sempre achei que não ia acontecer comigo. Eu devia ter te ouvido. você não fala e não cobra tanto a gente porque é chato, mas sim porque se preocupa com nossa saúde, com nossa vida”, analisou. “Meu acidente poderia ter sido bem pior. Graças a Deus que não me machuquei muito. Nunca mais vou deixar de ouvir suas recomendações”, falou.

“Muito bem, Juvenal. Você descobriu da pior forma quão importante é a segurança do trabalho. Mas que bom que tomou consciência antes que algo mais grave acontecesse. Logo você se recuperará e poderá voltar às atividades”, disse o técnico de segurança do trabalho. “Sim, Zé Seguro. E de agora em diante eu ajudarei a cuidar dos meus colegas, para que eles não passem pelo que estou passando”, falou. Prevenir é muito melhor do que remediar, por isso dê atenção ao que diz o técnico de segurança do trabalho. Ele está lá para cuidar de sua saúde e de sua vida. Ouça-o sempre!

Você está aqui: Home Categorias DDS em Contos Quem avisa amigo é