DDS Online

A equipe de topógrafos também precisa de medidas de segurança

A construção civil e empresas de mineração são alguns dos segmentos que precisam de uma equipe de topógrafos, que são aquelas pessoas especializadas para traçar mapas e estudo sobre a área desejada a ser trabalhada, a partir de suas informações se obterá definições e medições dos acidentes geográficos. É um trabalho que está sujeito a uma série de riscos: ruídos, temperaturas extremas (muito quente ou muito frio), pressões anormais, radiações solares, poeira, gases e vapores, bactérias, fungos e parasitas, estão entre os riscos mais comuns, dependendo da concentração e tempo de exposição a estes fatores. Há ainda os riscos quanto à postura inadequada durante o exercício da atividade e nos transportes de materiais como tripés, guarda sol e alimentos. Não é difícil imaginar as muitas caminhadas realizadas e transportando estes pesos. Devido a isto se deve tomar uma série de precauções para diminuir ou até evitar transtornos aos funcionários desta área, que com o decorrer do trabalho estes riscos podem causar danos à saúde.

As medidas de segurança que se encontram no Programa de Prevenção Ambiental (PPRA), no Programa do Controle Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO) e na Análise Preliminar de Riscos (APR) acrescidos dos relatórios com as freqüências de acidentes ou incidentes ocorridos durante a execução do trabalho, também colaboram na prevenção, pois se tendo conhecimento de fatos anteriores é mais fácil adotar medidas para que os mesmos não voltem a ocorrer. Daí a importância do Diálogo Diário de Segurança (DDS) que sempre apresentará aos funcionários casos ocorridos e medidas assertivas para evitá-las e o mais importante é nestes encontros que se destacará a necessidade do uso adequado dos equipamentos de proteção fornecidos como: óculos, botas, capacetes, jalecos, proteção auricular, faixas sinalizadoras, guarda-sol e até uso de protetor solar.

Nesses diálogos há uma troca de informações, uns narram suas experiências com eventos inesperados que surgiram e como procederam em tais circunstâncias, outros relatam particularidades que são previstas a acontecer. E sempre devem ser repassados os cuidados com os equipamentos de proteção individual e a responsabilidade pela guarda e manutenção dos mesmos, que devem sempre ser mantidos limpos e em boas condições de uso. O seu uso é individual, não pode ser compartilhado. Precisam ser orientados como fazer a higienização do EPI, o treinamento quanto ao uso e também sendo necessário uma revisão periódica dos equipamentos. Toda vez que o funcionário estiver exercendo suas atividades é obrigado estar usando todo equipamento. Lembrar é sempre bom que o não uso dos devidos equipamentos pode levá-lo a receber uma advertência, uma punição que com as reincidências pode chegar mesmo a uma demissão, tal é a importância do uso adequado destes EPIs. Caso algum acidente ou qualquer problema que por ventura vier acontecer com o funcionário pelo não uso do equipamento a empresa será responsabilizada, não adiantando alegar que o funcionário não usava por vontade própria. A empresa tem os meios já citados para levar seus funcionários a fazerem uso dos mesmos.

Enfim, todos os funcionários em questão devem participar destes treinamentos breves e diários sobre a segurança no trabalho e sempre antes do início das atividades, os profissionais especializados abordarão com segurança temas para se prevenir de acidentes e estimularão os funcionários presentes na reunião a expor também suas experiências. O objetivo é sempre orientar e conscientizá-los da importância desses procedimentos para sua segurança.

Você está aqui: Home Categorias Construção Civil A equipe de topógrafos também precisa de medidas de segurança