DDS Online

Temas para DDS em Categorias

Cimento: como trabalhar com ele de forma segura

O cimento é um material cerâmico que, em contato com a água, produz uma reação de cristalização de produtos hidratados, ganhando assim resistência mecânica. É o produto utilizado para unir firmemente diversos tipos de materiais de construção, permitindo fazer edificações resistentes e duráveis.

Quando em contato frequente com a pele de muitos trabalhadores da construção civil, pode:

• Ressecar, ferir ou irritar as mãos, os pés ou qualquer outro local da pele onde a massa de cimento permaneça por certo tempo.

• Produzir reações alérgicas, dependendo do contato do cimento com as partes do corpo.

• O contato prolongado do cimento com a pele úmida pode causas fissuras e rachaduras denominadas “lesões indolentes”, nas quais podem ocorrer infecções secundárias.

A doença mais comum causada pelo cimento nos trabalhadores é a dermatite. Dermatite é uma inflamação das camadas superficiais da pele, que se reflete em bolhas, inflamação, escamação e coceira, entre outros sintomas.

Nesse caso específico, o cimento causa uma forte dermatite irritativa por contato, que se inicia com irritação na área podendo chegar ao estágio de necrose. Os sintomas começam a surgir horas após ter caído massa de cimento dentro das botas ou luvas, como por exemplo, ardor e queimação. Já no dia seguinte poderão ser observadas lesões chegando ao estágio de necrose, dependendo do tempo de contato que o trabalhador teve com o cimento.

Como proteção para, o trabalhador deve:

• Usar luvas e botas forradas internamente, na preparação da massa de cimento.

• Não trabalhar descalço, de sandália (chinelo) ou de bermuda.

• Se a roupa estiver suja de massa, ou calda de cimento troque-a logo que possível.

• Deve-se trabalhar de calça comprida.

• Luvas ou botas rasgadas são um perigo! Devem ser trocadas imediatamente.

• Se cair massa ou calda de cimento dentro da luva (ou das botas) e preciso retirá-la imediatamente e lavar as mãos e as luvas (botas) por dentro e por fora. Deixe escorrer toda a água.

• Pó ou cavaco de madeira dentro das botas pode irritar os pés. O melhor é usar meias grossas.

• Não deixe a calça comprida úmida da calda de cimento em contato com a pele.

• Nunca use agitador sem proteção e sempre use óculos de segurança, luvas, botas e capacete.

• Ao final do trabalho diário, os pés e as mãos devem ser muito bem lavados, para retirar restos de cimento que ficaram na pele e nas unhas.

Porém o que infelizmente acontece é que muitos trabalhadores doentes, após terem sido “curados” retornam as suas atividades. Assim entram em contato novamente com o cimento produzindo novamente lesões na pele, impondo o afastamento do trabalhador. Em suma, as dermatites melhoram com o afastamento do trabalho e pioram quando o trabalhador retorna.

Então, para que o trabalhador esteja em plenas condições para trabalhar, é essencial antes de tudo, que siga corretamente as normas para manusear o cimento.

Utilize os EPI’s adequadamente, e em caso de suspeita de dermatite, procure imediatamente um médico.

Não retorne ao trabalho sem estar em condições. Zele por sua vida antes de tudo!


Clique e conheça o Kit Essencial de Sst
Você está aqui: Home Categorias Construção Civil Cimento: como trabalhar com ele de forma segura